quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

precisa-se de poemas

.
morrendo assim tão sem jeito, debaixo dos lençóis, embrulhada aos desejos impossíveis.